O exame de espirometria mede os volumes, capacidades e fluxos pulmonares, a partir de manobras respiratórias padronizadas, e os compara com padrões de referência para altura, sexo e idade. Ela deve ser realizada na confirmação ou elucidação de hipóteses diagnósticas, no acompanhamento de doenças pulmonares, na determinação do envolvimento pulmonar em certas patologias, na monitorização da resposta à terapêutica, na avaliação pulmonar antes de grandes cirurgias e em estudos populacionais. Pode ser realizado em adultos, idosos e cranças a partir de 6 anos de idade, ou dependendo do grau de sua compreensão em realizar as manobras necessárias para o exame. Em um adulto, o exame tem duração de cerca de 20 minutos, enquanto em uma criança são necessários, em média, 45 a 60 minutos.

INDICAÇÕES:
A) Detectar a presença de doença pulmonar:
​• História de sintomas pulmonares: dispnéia, chiado, tosse, dor torácica, ortopnéia
​• Alterações de exame físico: anormalidades da caixa torácica, alterações na ausculta pulmonar
​• Alterações radiológicas ou gasométricas

B) Quantificar a gravidade de doença já diagnosticada:
​• Doença pulmonar (doença pulmonar obstrutiva crônica, asma, fibrose cística, doença intersticial)
​• Doença cardíaca (insuficiência cardíaca congestiva)
​• Doença neuromuscular (síndrome de Guillain-Barré)

C) Avaliar os efeitos de exposição ocupacional ou ambiental (fumo, poeiras)

D) Avaliar objetivamente o efeito de terapias (broncodilatador, corticóide, antiarrítmicos, diuréticos, ressecção pulmonar, reabilitação pulmonar)

E) Avaliar o risco de procedimentos cirúrgicos (lobectomia, pneumectomia, esternotomia, procedimentos abdominais)

F) Avaliar invalidez ou deficiência

CONTRA-INDICAÇÕES:
• Hemoptise
• Angina recente
• Descolamento da retina
• Crise hipertensiva
• Edema pulmonar
Compartilhe: