A Otorrinolaringologia cuida dos problemas relacionados ao ouvido, nariz e garganta. Cabe ao médico otorrinolaringologista realizar o diagnóstico destes problemas e instituir o tratamento adequado.

A Otologia cuida dos problemas inflamatórios e infecciosos dos ouvidos: as "otites" de modo geral; cuida também dos distúrbios da audição, como a perda da audição, o zumbido e o cerúmen impactado; e distúrbios relacionados ao equilíbrio, as “labirintites” de forma geral.

A Rinologia cuida dos distúrbios respiratórios das vias aéreas superiores: as "rinites", "sinusites", desvios septais, aumento de adenóides e ronco, tão frequentes nos tempos atuais.

A Laringologia é a sub-especialidade que diagnostica e trata dos problemas inflamatórios e infecciosos da faringe e laringe: "faringites", “amigdalites” e "laringites", assim como dos problemas relacionados à voz.

Outra área em que o otorrinolaringologista também atua é a cirurgia de cabeça e pescoço, que cuida dos processos inflamatórios e oncológicos cérvico-faciais.

Para o diagnóstico e o tratamento destas patologias, o otorrinolaringologista dispõe, além do exame otorrinolaringológico, de procedimentos clínicos, como remoção de cerúmen, nasofibrolaringoscopia, audiometria, exame otoneurológico, entre outros; e de procedimentos cirúrgicos como adenoamigdalectomias, septoplastias, timpanotomias, entre outras.
Compartilhe: