Neurologia é uma especialidade médica que estuda as doenças do Sistema Nervoso Central (composto pelo encéfalo e pela medula espinal), seus envoltórios (que são as meninges) e o líquido o que circunda (líquor), além do Sistema Nervoso Periférico (composto pelos nervos, músculos e vísceras).

Os principais grupos de sintomas/doenças desses sistemas são:
• Cefaléias (“dores de cabeça”): primárias (enxaqueca, tensional, etc) e secundárias (causadas por outras patologias);
• Vasculares: acidente vascular cerebral (AVC), ou “derrame”;
• Demências: Alzheimer, Vascular e mista, com corpos de Lewy, Frontotemporal, etc;
• Epilepsias: epilepsia de lobo temporal, epilepsia mioclônica juvenil, crises secundárias a outras patologias (por distúrbios estruturais /metabólicos / infecciosos);
• Distúrbios de Movimento: tremor essencial, Parkinson, distonias, ataxias, coréias, etc;
• Distúrbios do Sono: insônia, apnéia do sono, síndrome pernas inquietas, parassonias, hipersonias, etc;
• Desmielinizantes: esclerose múltipla, ADEM, neuromielite óptica, etc;
• Infecciosas: meningites, encefalites, etc;
• Tumores do Sistema Nervoso Central ou Periférico;
• Traumatismos cranianos (cérebro) ou raquianos (medula espinal).
• Alterações do desenvolvimento: deficiência mental, paralisia cerebral, etc.
• Neuropatias/ Junção Neuromuscular: polineuropatias, polirradiculopatias (CIDP, Guillain Barre), ganglionopatias, Esclerose Lateral Amiotrófica, Miastenia Gravis, etc.
• Miopatias: miopatias inflamatórias (polimiosite, dermatomiosite, corpos de inclusão), distrofias musculares (Duchenne, Becker, Steinert, cinturas, congênitas, etc), paralisias periódicas, etc.

Para auxiliar o diagnóstico, os exames mais diretamente relacionados à especialidade são coleta de líquor, eletrencefalograma, eletroneuromiografia e neuroimagem (angiografia, tomografia computadorizada, ressonância nuclear magnética, SPECT, PET-scan).

Em relação aos tratamentos, além de medicações específicas, muitas vezes o paciente neurológico apresenta algum grau de comprometimento temporário ou permanente, e necessita da avaliação e do seguimento por outros profissionais de saúde, como Fisioterapeuta, Terapeuta Ocupacional, Psicólogo, Nutricionista e Fonoaudiologista, além da possibilidade do uso de órteses e próteses.
Compartilhe: