Zumbido. O que fazer quando ele aparece?

15/09/2014 O zumbido consiste na percepção de um som quando não há um estímulo sonoro correspondente no ambiente ao seu redor. Pode ser relatado como um apito, um chiado, uma cigarra, um grilo, uma cachoeira, uma panela de pressão, um  motor ou um escape de ar.
O zumbido é um sintoma, não uma doença, e pode ter várias causas em uma mesma pessoa.
Está presente em, aproximadamente, 15% da população em geral e é mais comum na faixa etária entre a quinta e oitava décadas de vida. Porém, somente cerca de 5% desses indivíduos se incomodam com o zumbido, causando prejuízos na sua qualidade de vida.
O zumbido pode estar associado a inúmeras causas, como  as doenças do ouvido, labirintites, perdas auditivas, exposição prolongada a ambientes muito ruidosos ou ao uso de medicamentos (anti-inflamatórios, antibióticos, sedativos, antidepressivos).

Às vezes, o zumbido pode ocorrer por acúmulo de cera nos ouvidos ou por infecções. Nesses casos, a remoção da cera ou o tratamento da infecção resolvem o problema.
Alterações no metabolismo, incluindo os distúrbios de açúcares (hipoglicemia, intolerância à glicose, diabetes), de gorduras (aumento do colesterol ou dos triglicerídeos) ou de hormônios da tireoide no sangue são causas comuns de zumbido e podem ser facilmente resolvidas adotando-se uma dieta adequada ou iniciando um medicamento específico.

O zumbido pode ainda ser provocado por problemas circulatórios, oscilações na pressão arterial, problemas do coração, distúrbios da articulação da mandíbula ou contratura dos músculos do pescoço. Estresse, ansiedade, depressão e pânico também são causas importantes de zumbido. É muito raro acontecer, mas o zumbido também pode ser provocado por um tumor benigno que acomete o nervo do ouvido, o schwanoma do acústico.
Não existe um único tratamento que seja eficaz para todos os tipos de zumbido. Existem muitos tratamentos que diminuem ou eliminam o zumbido, porém a eficácia depende das causas, da resposta individual ao tratamento e da sua  aderência. O tratamento terá maior chance de sucesso se for direcionado para todas as causas de zumbido identificadas em um mesmo indivíduo.
Portanto, o zumbido é um alerta para o indivíduo que algo pode estar errado, não só em seu aparelho auditivo como em todo o seu organismo. Consulte um Otorrinolaringologista!
Compartilhe:
Conteúdo Relacionado: zumbido audição saúde